Adivinhação Ifá

Em “O Encontro Fortuito de Gerard van Oost e Oludara”, o Oba Ekoshoni conta para Oludara: “Você foi convocado até aqui porque meus adivinhos fizeram uma consulta ao Oráculo Ifá. Eles me disseram para procurar pela descendência de um homem que me ajudou tempos atrás.”

A Adivinihação Ifá começa com Orunmilá, o orixá iorubano de profecia. Às vezes, Orunmilá é chamado de “Deus de Caroços”, por causa dos 16 caroços de dendê usados no processo de adivinhação. Ele é também chamado de Ifá, o mesmo nome dado ao seu conhecimento. Seus sacerdotes são conhecidos pelo nome babalawo, ou “Pai dos Segredos”, porque eles possuem conhecimento e os meios de repassar este conhecimento ao resto da humanidade. Por isso, Orunmilá é considerado um deus de sabedoria é o benfeitor principal da humanidade.

O processo de adivinhação dos babalawos é complexo, e o texto a seguir é uma grande simplificação:

Antes de aprender a arte de adivinhação, o babalawo tem que comprometer-se a decorar o conhecimento acumulado de Orunmilá, um conjunto de versos conhecido como Ifá. O sistema de Ifá é organizado em 256 conjuntos chamados de Odu. Dizem que Ifá representa toda situação, circunstância, ação e consequência possível na vida.

No ato de adivinhação, o babalawo se veste de branco—a cor de paz e pureza—que possibilita a sua comunicação com o mundo spiritual. Ele utiliza dezesseis caroços de dendê (Ikin), um pote (Ajere Ifa), uma bandeja de adivinhação (opon Ifá), um bastão (iroke Ifá), uma enxota (Irukere Ifa) e pó branco. O babalawo joga os caroços de uma mão à outra, e conforme o número de caroços que permanecem em cada mão, marca os pontos correspondentes na bandeja com figuras chamadas de “mães”.

Exemplo de uma bandeja de adivinhação Ifá (opon Ifa) e nozes de palmeira (Ikin)

(Imagem: Wikipedia, domínio público)

As figuras, após marcadas, correspondem aos conjuntos específicos de Ifá. O babalawo recita os versos associados com estes conjuntos, que ele pode usar para interpretar uma resposta à pergunta das suplicantes.

O Orixá Exu também recebe prestígio por causa do seu relacionamento com Ifá, pois é Exu que leva oferendas e sacrifícios aos orixás, e traz suas benções e punições de volta à Terra. Muitas vezes, o seu rosto aparece nas bandejas de adivinhação por esta causa.

Participe da discussão